.

.

09/10/14

BBC 2 divulga na íntegra nova canção do Pink Floyd (Confira entrevista)



Esta é a única canção do álbum com vocais.

Primeira música do novo álbum do Pink Floyd, Louder Than Words foi executada pelo programa de Chris Evans, na BBC 2, nesta quinta (9). 

A faixa de The Endless River, primeiro disco da banda desde The Division Bell, de 1994, é também o último da banda, segundo David Gilmour. 

A maioria da faixas é instrumental, mas Louder Than Words, tem letras da mulher de Gilmour, Polly Samson. O disco é uma homanegem ao multi-instrumentista Richard Wright, que morreu em 2008.



“The Endless River é um fluxo contínuo de música que cresce gradualmente por quatro partes separadas durante 55 minutos”, diz o guitarrista. “Há, de certa forma, uma continuação do álbum Division Bell, sendo a última frase de Division Bell ‘the endless river’ – ‘the endless river forever and ever’ no fim da canção ‘High Hopes’”. Gilmour e Nick Mason revisitaram e retrabalharam no que sobrou das sessões de estúdio de Division Bell como forma de homenagear o genial tecladista Rick Wright.

“O único conceito é o conceito de eu, Rick e Nick estarmos tocando juntos da maneira que fizemos no passado, mas esquecemos que fizemos, e foi instantaneamente familiar”, diz Gilmour. Mason acrescenta, “Acho que Rick ficaria animado. Penso que este disco é uma boa maneira de reconhecer a dimensão do que ele fez. O elemento mais significativo foi, sinceramente, ouvir o que Rick fez, porque, ter perdido Rick, lembrou-nos do quão especial ele era como músico”.

Mason: Eu acho que Rick estaria animado. Eu acho que este álbum é uma boa forma de reconhecer muito do que ele fez. Eu acho que a coisa mais significante é ouvir o que Rick fez. Ter perdido Rick foi... Perdê-lo realmente nos fez perceber que tecladista especial ele era.


Gilmour: "É um tributo para ele. Nos trás memórias e emoções em muitos momentos. Com certeza ouvir todo este material nos fez lamentar novamente a sua morte. Esta é a última chance que todos terão de o ouvir tocando conosco... do jeito que ele tocava.

Polly escreveu a letra de "Louder Than Words" para expressar que existe algo mágico sobre a música que nós três fizemos juntos. Ela tem uma... correnteza mágica dentro dela, na letra de "Louder Than Words". Eram algumas pedaços de música que pareciam quase completos para formar uma canção e Polly surgiu com a ideia de "Louder Than Words" (mais do que palavras) como algo que descrevia o que conseguíamos quando fazíamos esta música que fazíamos. “Nem eu nem Rick somos pessoais verbais e, então, Polly estava pensando que era muito apropriado para nós expressarmos o que sentimos pela música. Ela está nos ajudando a descrever isso com palavras também".

The Endless River, é o último da banda, como confirma David Gilmour. “Creio que comandamos com sucesso o melhor que há. Suspeito isso", diz Gilmour sobre o futuro do Pink Floyd. Em entrevista à BBC 6 Music, Gilmour acrescenta: “É uma pena, mas é o fim”.


The Endless River ainda traz contribuições do físico Stephen Hawking, cuja “voz” aparece na faixa “Talkin’ Hawkin’” duas décadas depois de ele ter falado em “Keep Talkin’”, de Division Bell, além das composições de Anthony Moore e Samson. O quarteto de cordas Escala também aparece em “Louder Than Words”. Phil Manzanera, guitarrista do Roxy Music, ajudou a produzir o álbum.


Abaixo trecho original de Gilmour com a BBC:

"Well, Rick [Wright] is gone. This is the last thing that'll be out from us," he told the BBC earlier today. "I'm pretty certain there will not be any follow up to this. And Polly [Samson], my wife, thought that would be a very good lyrical idea to go out on. A way of describing the symbiosis that we have. Or had.

"I didn't necessarily always give [Wright] his proper due," Gilmour added. "People have very different attitudes to the way they work and we can become very judgmental and think someone is not quite pulling his weight enough, without realizing that theirs is a different weight to pull."

Entrevista:  "Pink Floyd talk to 6 Music's Matt Everitt"

Gilmour said Wright was "underestimated by the public,
by the media and by us at times I hate to say".

08/10/14

Pink Floyd's 'The Endless River' to Feature Stephen Hawking (clips & demos)

Stephen Hawking participará de faixa no novo álbum

O físico teórico, Stephen Hawking, participará de uma das faixas do novo álbum do Pink Floyd, já que o disco trará uma faixa chamada "Talkin Hawkin". Mas não é a primeira vez que isso acontece! Hawking participou anteriormente do álbum de 1994, "The Division Bell", na faixa "Keep Talking".

Além disso, o novo álbum da banda conta com uma faixa chamada "Autumn '68", que faz referência a uma antiga canção de nome "Summer '68" do álbum "Atom Heart Mother". 

Pink Floyd and Stephen Hawking
Pink Floyd's 'The Endless River' to Feature Stephen Hawking

Keep Talking (legendado)

Confira clipes e outtakes correspondentes:

Como parte da divulgação de seu novo disco, "The endless river", o Pink Floyd divulgou aperitivos do lançamento. Compostos de temas instrumentais — o álbum quase não terá vocais, segundo a banda —, os trechos das canções põem em destaque a guitarra de David Gilmour e o teclado do saudoso e genial Richard Wright.

"The endless river" sai em 10 de novembro. Lançado 20 anos após "The division bell", o lançamento de estúdio não conta com Roger Waters, ex-baixista e compositor que se desligou do grupo em 1985. As bases das gravações foram feitas em 1993, durante as sessões que deram origem a "The Division Bell", até então último disco de estúdio da banda.

No áudio mais recente, divulgado através do site da banda e seus perfis nas redes sociais, é possível ouvir Gilmour tocando um tema com guitarra semelhante ao de "Run like hell" (de "The wall").



01/10/14

Roger Waters esclarece relação com novo disco do Pink Floyd



Roger Waters confirmou, através de nota, não participar dos processos de gravação e concepção do álbum “Endless River”, que deve ser lançado em novembro próximo.

Por intermédio de sua página no Facebook, Waters recordou a todos que deixou o Pink Floyd há quase 30 anos e desde então não tem nada com a banda.

“Queridos amigos, algumas pessoas têm perguntado a Laurie, minha mulher, sobre o novo disco que eu estou lançando em novembro. Errhh? Eu não estou lançando um álbum. Todos estão confusos. David e Nick constituem o grupo Pink Floyd. Eu, por outro lado, não sou parte do Pink Floyd. Me desliguei da banda em 1985, isto é, há 29 anos. Não tenho nenhuma relação com os últimos álbuns de estúdio do Pink Floyd, ‘Momentary Lapse of Reason’ e ‘Division Bell’, nem com as turnês de 1987 e 1994, e não tenho envolvimento com ‘Endless River’”, escreveu

Além disso, aproveita a oportunidade para convocar todos a tomar conhecimento do evento que recém participou em Bruxelas sobre a condição calamitosa da Palestina.


Informe original:

Notas de Roger Waters

Dear Friends


Some people have been asking Laurie, my wife, about a new album I have coming out in November. Errhh? I don't have an album coming out, they are probably confused. David Gilmour and Nick Mason have an album coming out. It's called Endless River. David and Nick constitute the group Pink Floyd. I on the other hand, am not part of Pink Floyd. I left Pink Floyd in 1985, that's 29 years ago. I had nothing to do with either of the Pink Floyd studio albums, Momentary Lapse of Reason and The Division Bell, nor the Pink Floyd tours of 1987 and 1994, and I have nothing to do with Endless River. Phew! This is not rocket science people, get a grip. 

On another subject, my recent trip to Bruxelles was very moving. To listen to the testimony of some of those present in Gaza during the euphemistically named Operation Protective Edge, July and August 2014 was deeply disturbing. I am still non plussed by the acquiescence of the governments of the USA, UK and EU to the policies of the current Israeli administration. Should we encourage our leaders to sue for a peaceful solution or not? Here is a link to the findings of The Russell Tribunal on Palestine emergency session 2014: 


Please study these findings and any rebuttals and then make up your own minds. Whatever you decide, let us all agree that, "To stand by silent and indifferent is the greatest sin of all."

Love
Roger
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ShareThis

Roger Waters

 - Brain Damage -
 Pink Days & Fat Old Suns 1973
Hey You - legendado

   

thinkfloyd61 Headline Animator