.

.

11/03/2020

Nick Mason: Pink Floyd quase chamou ‘Megadeaths’ - por que decidiram trocar de nome? (Rolling Stone)




O nome oficial da banda surgiu rapidamente antes de um show em 1965

Quando o Pink Floyd começou a se formar, um dos primeiros nomes usados pelo grupo, antes da estreia no mercado musical com The Piper at the Gates of Dawn (1967), foi The Megadeaths. Segundo o site CheatSheet, a banda ainda trocou de nome outras três vezes antes de decidir. 

Os primeiros nomes usados foram The Megadeaths, The Spectrum 5 e The Screaming Abdabs, posteriormente encurtado para The Abdabs. No livro Inside Out ‑ a Verdadeira História do Pink Floyd (2004), o baterista Nick Mason relembra as inúmeras mudanças no nome e na formação da banda. Após abandonar as ideias iniciais, o grupo, então liderado por Syd Barret, se tornou The Tea Set, “jogo de chá” em português. 



Segundo Mason, o nome The Tea Set se tornou um problema durante uma apresentação para a Força Aérea Real, em 1965, pois outro grupo com o mesmo nome se apresentaria naquele dia. A banda precisou mudar o nome às pressas e a ideia final foi de Barrett. Fã de blues, o guitarrista usou os nomes de Pink Anderson e Floyd Council para formar o nome The Pink Floyd Sound.

O novo título não foi bem recebido de cara e a banda ainda realizou mais um show com o nome de The Tea Set naquele ano, conta Mason. Algum tempo depois, a palavra “Sound” foi retirada e o nome Pink Floyd se tornou oficial. 


09/03/2020

Syd Barrett: "Talvez ele não seja o louco, talvez nós sejamos", diz Nick Mason (radio interview)




O baterista Nick Mason refletiu, em entrevista a uma rádio com transcrição do Ultimate Guitar, sobre o que aconteceu com o primeiro líder do Pink Floyd, Syd Barrett, ao longo dos anos. O frontman inicial da banda gravou apenas um álbum, "The Piper at the Gates of Dawn" (1967), antes de ser dispensado, concordando em sair e trabalhando em uma curta carreira solo até sair da indústria musical em 1972, falecendo em 2006.

Mason pontuou que não dá para saber, ao certo, o que aconteceu com Barrett desde a sua saída do Pink Floyd. Porém, há duas "escolas de pensamento", segundo ele. "Uma das ideias é que ele estava realmente mergulhado no ácido, o que é bem provável. Porém, pode ter a ver, também, com o fato de que ele não queria ser um deus do rock", afirmou.

Segundo ele, Syd Barrett queria voltar para onde estava antes do Pink Floyd e se tornar um pintor. "Agora, nós sentimos que realmente não fomos muito úteis, pois achávamos que ele estava ficando louco. Olhando para trás, acho que pensamos: 'na verdade, talvez esse seria o caminho que ele queria seguir'", disse.

A atitude de Syd Barrett em sair do Pink Floyd, concordando com a decisão, e todo o destino dele após isso indica que ele não queria encarar tudo aquilo, pois era algo grande demais, de acordo com Nick Mason. "Acho que essa conclusão veio de uma conversa que Roger (Waters, vocalista e baixista), eu acho, teve com Ronnie Laing (psiquiatra). Ele disse a Roger: 'talvez Syd não seja o louco, talvez nós sejamos os loucos'", afirmou.

O colapso
Em entrevista concedida em 2019, à Rolling Stone, Nick Mason já havia demonstrado certa compaixão por Syd Barrett. Ele disse que os colegas de Pink Floyd não souberam lidar com os problemas do ex-frontman.

Barrett sofreu com diversos problemas, tanto de saúde mental quanto ligados ao abuso de drogas, antes e após sua saída do Pink Floyd. Meio século depois, Mason avalia que os integrantes remanescentes da banda eram "muito jovens e imaturos" para reagir a tudo isso de forma eficaz.

"As letras são tão Syd, muito inteligentes. É divertida, mas há uma profundidade de tristeza ali. Quando ouço agora, percebo o quanto éramos jovens e imaturos, assim como estávamos desesperados ao lidar com o colapso de Syd. Em menos de dois anos de nosso primeiro show, em outubro de 1967, tínhamos apenas duas ou três músicas. Em um ano, estávamos com várias", afirmou Mason, destacando a criatividade do antigo colega.




Whiplash.Net 
Por Igor Miranda, Fonte original: Ultimate Guitar

06/03/2020

David Gilmour completou 74 anos de vida



No dia 6 de março de 1946, nascia na cidade de Cambridge, na Inglaterra, David Jon Gilmour, mais conhecido como David Gilmour, um dos guitarristas mais influentes do rock. E para milhões ele ainda é o mestre.

O Pink Floyd em seu canal publicou uma homenagem, citando que a data também celebra o aniversário do seus álbum solo "On An Island" de 2006, confira abaixo o original: 


Many happy returns to David Gilmour! It's not just his birthday today, but the anniversary of the 2006 release of On An Island, selections of which he performed for the first time live, at his own 60th birthday party at London's Porchester Hall! #DavidGilmour
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *