.

.

29/09/12

Ummagumma - Pink Floyd para ver e ouvir



Cenário, figurino e iluminação caprichados são marca registrada da banda

A mineira Ummagumma apresenta, hoje no Central, sucessos da cultuada banda de rock progressivo

Os fãs do rock progressivo já têm programa garantido para a noite deste sábado. A banda mineira de Três Pontas, Ummagumma, volta a Juiz de Fora, trazendo clássicos inesquecíveis como "Time", "Money", "Another brick in the wall" e "Wish you were here", além de canções menos conhecidas do grande público, mas que não passarão despercebidas pelos fãs mais exigentes.

"Ummagumma" foi o primeiro álbum do grupo a figurar entre os cem primeiros mais vendidos nos Estados Unidos, alcançando o quinto posto na Inglaterra no ano de 1969. Gravado durante um período em que os rapazes de Cambridge, abalados com a saída de seu líder e principal letrista, Syd Barret, ainda não sabiam exatamente qual rumo tomar, o disco conta com longas músicas experimentais e instrumentais.

O projeto "Ummagumma Pink Floyd cover" nasceu logo após a vinda de Roger Waters ao Brasil, em março de 2002. Três daqueles que seriam integrantes da banda - Bruno, Isabela e Ber - assistiram ao espetáculo em São Paulo e ficaram encantados. A idéia era produzir um show que transmitisse ao público ao menos um pouco da emoção que eles sentiram.


A banda, que completa dez anos de estrada este mês, está em sua terceira formação, com Bruno Morais (vocal e guitarra), Eduardo Botrel (guitarra), Marcos Alexandre (baixo), Fernando Marchetti (bateria), Alessandro Brito (percussão), Anco Márcio (saxofone), Otávio Pieve (violão), Renata Diniz (teclado), Stéfanny Rezende (teclado), Isabela Morais (backing vocal), Ber (backing vocal) e Nanaia Lameira (backing vocal).

As apresentações são famosas por contar com uma caprichada estrutura de palco e iluminação, conforme explica Bruno Morais, guitarrista, vocalista, produtor e diretor musical do grupo."O show conta com estrutura para recriar a atmosfera de um verdadeiro espetáculo do Pink Floyd, como iluminação, cenário e efeitos audiovisuais."

Bruno chama a atenção para o fato de o público do Ummagumma não ser composto apenas de fãs da banda inglesa. "Temos desde crianças até cinquentões na plateia."

A backing vocal Isabela Morais aponta os riscos que corre uma banda cover, ainda mais quando o público é tão exigente e apaixonado, como o do Pink Floyd. "É preciso tomar muito cuidado com os detalhes. Os fãs conhecem cada solo de guitarra, cada virada de bateria. Além disso, temos muita preocupação em não deixar o estilo de cada um se sobrepor ao estilo da banda, o que não é nada fácil." Isabela indica, ainda, o que torna tão peculiar fazer um trabalho dedicado ao Pink Floyd. "Existe muita simbologia por trás das músicas, e temos que ser fiéis a isso."


In The Flesh


 Wish You Were Here



UMMAGUMMA

Hoje, às 21h
Cine-Theatro Central
(Pça. João Pessoa s/nº)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *