.

.

10/06/11

Eloy - Planets - 1981

Segundo álbum correspondente ao período dos anos 80, e é um dos grandes psychedelic/space rock-top de todos os tempos, também o primeiro conceitual desta fase , neste caso sobre  Salta e os habitantes do planeta conhecido como o Ikareens. Este trabalho não é farto em solos de guitarra ou riffs pesados, é um registro de um Eloy, com grande destaque dos teclados, rock sinfónico, com ritmo encorpado, vocais femininos, paisagens sonoras, muitos interlúdios instrumentais

Mysterious Monolith   
Impressiona o fato de que o grupo apesar de sofrer mudanças em seu elenco de músicos, o que normalmente é um grande problema para qualquer banda, para o Eloy funciona como um combustível, pois mesmo com o troca-troca de músicos, a qualidade do produto não é abalada, sua essência permanece a mesma, sempre, talvez pelo alto nível criativo de Frank Bornemann e também porque não dizer da escolha sempre acertada dos músicos que compõem a banda. A última obra sólida da banda, indispensável aos que apreciam a excelência do gênero spacerock. 

Point Of No Return
Musicians: 
Hannes Arkona / guitars, keyboards
Frank Bornemann / vocals, guitars
Hannes Folberth / keyboards
Klaus-Peter Matziol / basses, vocals
Jim McGillivray / drums, percussion


At The Gates Of Dawn 
Tracks: 
1. Introduction (1:58)
2. On The Verge Of Darkening Lights (5:37)
3. Point Of No Return (5:45)
4. Mysterious Monolith (7:40)
5. Queen Of The Night (5:22)
6. At The Gates Of Dawn (4:17)
7. Sphinx (6:50)
8. Carried By Cosmic Winds (4:32)

Eloy picture

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *