.

.

31/07/11

Pink Floyd - Nassau Day 2 (1975)



A revisão foi publicada no New York Times, após o segundo show que curiosamente destacou Richard Wright para o louvor particular. O autor John Rockwell escreve: "Enquanto o mundo do rock é constantemente inundado pelos conjuntos space-rock alemães, Pink Floyd incansavelmente continua fazendo música que antecede os alemães e é superior a quase todos eles".

"O quarteto de Inglês , que teve o primeiro de dois concertos consecutivos segunda-feira à noite no Coliseu Nassau, é puramente dedicado a caminhadas, instrumentais hipnóticas,  do tipo que os alemães apreciam muito. Pink Floyd pode fundir elementos, quase compreende vertentes além da leitura comum ao rock progressivo, o que com a guitarra baixo rítmica de Rogers Waters e o estilo eclético de Nicky Mason na bateria, além de um saxofonista fervoroso que introduz ares jazzísticos e duas cantoras negras que soam no melhor estilo blues.


"E as músicas do grupo têm uma qualidade poética extraordinariamente sugestiva - a grande literatura, mesmo, no contexto flatulento da pseudo-mitologia de tantas letras de rock que vêm conquistando expressivo espaço nas tendências - e o canto não é nada mau de todo, especialmente a de Dave Gilmour, o guitarrista.

Echoes

"Mas o núcleo do ato permanece no instrumental, e o núcleo dos instrumentais é Rick Wright, o tecladista. Sr.Wright faz música de uma riqueza colorista que é mais fascinante que de seus competidores possam pensar, firmemente enraizada na lucidez e objetividade rítmica e seus vôos o dizem . E para todos os outros presentes fazem "por conta própria" o seu melhor trabalho em prol do Sr. Wright" ("Pink Floyd toca em Melhor Quarteto Digressivo Inglês é incentivado por Wright nos teclados," (John Rockwell, 18 de junho de 1975 )

Começa quando as luzes da casa passeiam pela banda no palco. "Espere um minuto. Espere um minuto ", diz Roger Waters. "Ok esta é uma nova canção chamada" Raving E Drooling com um grito. '"Esta canção irá sofrer pequenas variações em seu desenvolvimento antes de ser reescrita como" Sheep ". Nesta noite Wright brinca com algumas notas no teclado exclusivo motivos, na primeira metade da peça. "You Gotta Be Crazy" é cantado mais que narrada (como foi o seu caso em suas primeiras interpretações) e está faltando o cachorro latindo depois do interlúdio de "dragged down by the stone ..."

Waters faz a tradicional referência antes de "Shine On You Crazy Diamond 05/01 Parts", quando ele diz: "Esta é a última canção nova hoje à noite, faremos o melhor dela, em parte por sua relação ao Syd Barrett, que costumava ser da nossa banda". "Pouco antes de a marca de 10 minutos um dos roadies toca os efeitos sonoros de "Money" por acidente, o som de moedas caindo na caixa registradora. Na seção final, durante a 8ª Parte Wright tem um solo interessante. A segunda metade do show é dedicada ao Dark Side Of The Moon e com um desempenho perfeito de Gilmour com sua guitarra melodiosa em "Money", um destaque. "Nassau Day 2", dia de Richard Wright embalando as obras de arte da turnê.


Any Colour You Like


Artist: Pink Floyd
Title: Nassau Day 2
Venue: Nassau Coliseum, New York City, NY
Date: June 17, 1975




Tracklist:
01. Raving And Drooling
02. You've Gotta Be Crazy
03. Shine On You Crazy Diamond (Parts I-V)
04. Have A Cigar
05. Shine On You Crazy Diamond (Parts VI-IX)
06. Speak To Me
07. Breathe

08. On The Run



09. Time 10. Breathe (Reprise)
11. The Great Gig In The Sky
12. Money
13. Us And Them
14. Any Colour You Like
15. Brain Damage
16. Eclipse
17. Echoes



You've Gotta Be Crazy

Nassau Day 1975 2 (Sigma 43)  Live At The Coliseum -.Sigma 43 mantém a excelente qualidade de som do Godfather não tem qualquer falha na fita  e pode ser considerada definitiva neste momento.

rapidshare.com:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *