.

.

23/10/12

David Gilmour em entrevista: A Momentary Lapse of Reason "25th Anniversary"


  • "Learning to Fly" segundo "David Gilmour"
  • Of Promises Broken - Harvested (30th of June 1990)
  • BD94 - "Floyd" Podcast - Knebworth Park 1990

A idéia deste disco começou logo após a turnê de "David Gilmour", que tinha lançado seu disco solo intitulado "About Face". "Waters" tinha lançado a seu comando o que era pra ser o último disco do "Pink Floyd", "The Final Cut", em 1983, e estava excursionando com "Eric Clapton" divulgando seu trabalho solo "The Pros & Cons of Hitchhiking". "Roger Waters" então, concedeu uma entrevista dizendo que o "Pink Floyd" havia acabado, e que nada mais seria lançado. "David Gilmour" e "Nick Mason", contestaram a afirmação de Waters, declarando que a banda permaneceria em atividade.  

A partir daí inciou-se a disputa judicial entre "David Gilmour" e "Roger Waters". Onde "Nick Mason" permaneceu ao lado de "Gilmour" lutando pela continuidade do grupo. O tecladista "Richard Wright" houvera sido mandado embora por "Roger Waters" nas gravações do disco "The Wall" e não tinha participado de "The Final Cut", portanto ficando de fora da discussão. "Gilmour" queria continuar com o nome "Pink Floyd". Roger Waters alegava que este nome pertencia a ele, já que ele compôs a maioria das letras da banda e detinha , portanto, maiores direitos sobre as músicas. 

Em 1985, "Gilmour" e "Mason" vencem a batalha judicial, e começam a gravação do novo disco do "Pink Floyd". Richard Wright é então convidado para responder pelos teclados, mas ainda não seria efetivado como membro da banda. Isso só aconteceria anos mais tarde, no ultimo disco de estúdio da banda, "The Division Bell" de 1994. 

Em 1987 é lançado mundialmente o novo disco da banda, intitulado "A Momentary Lapse of Reason" (Um Momentâneo Lapso de Razão), contendo "oficialmente" dois integrantes originais da banda: David Gilmour, nos vocais e guitarra e Nick Mason na bateria. O disco foi lançado embarcado numa gigantesca campanha promocional, e conseguiu atingir sucesso, apesar das severas críticas por parte da imprensa e dos fãs mais antigos da banda. O Pink Floyd havia mudado. Roger Waters teoricamente desde "Dark Side of the Moon" era visto como a força criativa da banda, e sem ele Gilmour reconhece que se sentiu meio perdido nas novas composições, principalmente no que diz respeito às letras. Isso reflete na quantidade de músicos de suporte que foram chamados para gravar junto com o Floyd,. Entre eles, "Phil Manzarena", "Jon Carin", "Bob Ezrin" e até o famoso baixista "Tony Levin", nome de peso chamado para subsituir "Roger Waters" durante a turnê, mas quem de fato se efetivou foi o competente, mas desconhecido "Guy Pratt", que também participou das turnês do "The Division Bell", anos mais tarde. O disco é o mais fusion da banda, com baterias eletrônicas, musicas curtas e mais fáceis de serem aceitas pelas rádios, mas mesmo assim é um disco de extrema qualidade. Era como se fosse outra banda. 

Contudo houveram faixas que podem ser consideradas a nível dos melhores trabalhos anteriormente realizados pela banda, e que viraram hits como "Learning to Fly", "On the Turning Away" e "Sorrow" e elas foram tocadas em todas as 200 apresentações que o Floyd fez para divulgar o trabalho, durante os anos de 88, 89 e 90, fechando a turnê participando do Festival Knebworth, junto com diversas bandas, como "Genesis" e "Paul McCartney". Se o disco não agradou tanto quanto "Dark Side", "The Wall" ou até mesmo "Wish You Were Here", a turnê foi um enorme sucesso. Shows abarrotados, marcados por estádios lotados e ingressos que se esgotavam em meia hora. O disco era tocado quase na íntegra, e assim, "Momentary Lapse of Reason" se tornou também famoso, apesar de nunca ter sido uma unanimidade e conseguir agregar os fãs mais radicais. Mas com o tempo, tudo que é "Floyd" é bom. A banda conseguiu aos poucos, mostrar que a proposta do disco era consistente, e que talvez pudesse ser a melhor possível sem a genialidade de "Roger Waters". 

"Terminal Frost", instrumental que têm o saxofonista Scott Page como protagonista, é vista como a mais progressiva do disco. Muitos consideram que “A Momentary Lapse of Reason”, acabou sendo considerado um álbum solo de "David Gilmour", bem como  "The Final Cut", o foi por "Roger Waters", (que ironizou o álbum em razão do seu título - “Um lapso momentâneo de razão”). Porém o álbum é considerado muito superior ao seu antecessor de 1983, e na verdade mostra uma banda coesa, atenta aos anos oitenta, mas que não perdeu sua veia progressiva consolidada aos longo dos anos anteriores em definitivo - faixas como “Signs Of Life”, “Dogs Of War”, “On the Turning Away” demonstram que Gilmour e Cia estavam dando conta do recado e que no mínimo poderia-se prever coisas boas ainda por acontecer. 

 Nos bastidores, desgastado pela tríade "empresários- direitos autorais- egocentrismo", Gilmour admitiu, no documentário de 25 anos sobre a banda, seu receio de seguir a diante sem "Roger Waters". Em uma de suas melhores faixas como compositor, “Learning To Fly”, o guitarrista, através de metáforas sobre aprender a voar (ele sempre foi amante da aviação, inclusive proprietário de uma empresa do ramo), em sua poesia lírica, ele aludi, o peso de sua responsabilidade como comandante solo de uma nau da envergadura de "Pink Floyd" - como à exemplo de estrofes como “Uma alma sob tensão que está aprendendo a voar/Aterrado pelas condições mas determinado a tentar” e ou  “Advertências despercebidas, eu achei que tinha pensado sobre tudo/Nenhum navegador encontrou o meu caminho pra casa” mostram que a "insegurança" recai até mesmo sobre pilotos mais experientes. 

"Em 'A Momentary Lapse of Reason' a confiança de "Nick" em si próprio estava muito abalada, enquanto que a de "Rick" tinha desaparecido completamente. Na verdade, eles não tinham a intenção de fazer um álbum. "Roger" era muito bom em diminuir as pessoas, e eu penso que ao longo dos anos teria convencido tanto "Rick", como "Nick" que eles eram inúteis". - "David Gilmour" - Rock Compact Disc Magazine, setembro de 1992

"Devo dizer que dadas as circunstâncias, é um título soberbo para um 'chamado' álbum do "Pink Floyd".- "Roger Waters" - Penthouse, setembro de 1988



Ouça aqui:
In The Studio with Redbeard
Drummer "Nick Mason" is joined In the Studio with guitarist/singer/songwriter "Gilmour", who readily admits to show host Redbeard the pressure that he felt going forward:

“Lurching into the future bearing the mantle of "Pink Floyd" without "Roger" in 1987 was a tough one, as anyone can imagine… You’re right to say that I was confident at the end and happy. Anyone would be happy and confident in the end when our moving forward and doing what we did, making the album, doing the tour, was justified.”



Aqui o último evento da turnê, ocorrido em 30 de junho de 1990. Poderá ouvi lo através de um podcast BD, com a locução enfocando passagens da banda, e também o excelente registro da Harvest, "Of Promises Broken", o melhor trabalho de que se têm notícia abordando este histórico show do "Pink Floyd". Entre os momentos mais marcantes do show da banda está a execução da música "The Great Gig In The Sky" com a excepcional vocalista "Clare Torry" que gravou a música original para o álbum "Dark Side Of The Moon", em 1973. Boa audição!






Pink Floyd


Of Promises Broken
HRV CDR 006
Recorded on the 30th of June 1990
For Westwood One Radio Networks
Knebworth Park, Herfordshire, England

1  Shine On You Crazy Diamond  11:34
2  The Great Gig In The Sky  6:35
3  Wish You Were Here  6:24
4  Sorrow  13:18
5  Money  12:24
6  Comfortably Numb  8:31
7  Run Like Hell  8:26



120,000 fans gathered for this historic event featuring a 
combination of legendary British rock artists.
BD94 - Floyd Podcast - 09 - 15 - 07
divshare (162.53 MB)

Podcast:
Pink Floyd

30. June 1990, Knebworth Park, Hertfordshire, U.K.

1. Shine On You Crazy Diamond
2. Great Gig In The Sky (with Clair Torry)
3. Wish You Were Here

4. Sorrow
5. Money (with Candy Dulfer)
6. Comfortably Numb
7. Run Like Hell

*5. July 1975, Knebworth Park, Hertfordshire, UK
1. Echoes

2. Have A Cigar

Running time 01:51:45




Soundboard
multiupload (137.59 MB/320 Kbps)
ou
mediafire (137.59 MB/320 Kbps)



  • Pink Floyd - Silver Clef Award Winners Show, Knebworth Park, June 30th 1990

Knebworth Park - Review

Written by Ian McKenzie
Tuesday, 16 February 2010

  • The 25th Anniversary of Pink Floyd’s “A Momentary Lapse Of Reason” is featured on In The Studio.

The radio series gets the story this week behind one of Rock’s most contentious and public rights disputes, and one of the biggest comebacks in music history. 

Amidst some of the most successful and celebrated albums of the 70s, creative and personal tensions had been building until Pink Floyddisintegrated during the making of 1982’s “The Final Cut.” 

By 1985, the only musical output from any of the members of Pink Floydhad come in the form of solo albums, and in December of that year Roger Waters, who created the concepts and the lyrics to such quintessential rock masterpieces as “The Dark Side Of The Moon,” “Wish You Were Here”and “The Wall,” would announce his departure, triggering a noisy two year legal battle for the rights to Pink Floyd. 

In the end, a David Gilmour-fronted Floyd would emerge producing “A Momentary Lapse Of Reason” in September of 1987. 

Critical response was surprisingly lukewarm, but a sold out stadium tour and two # 1 rock singles with “Learning To Fly” and “On The Turning Away”proved that, as far as the worthiness of a Waters-less Pink Floyd, the fans had the only vote that matters. 

Gilmour and Floyd drummer Nick Mason join host Redbeard to tell the story behind the project.

“Lurching into the future bearing the mantle of Pink Floyd without Roger in 1987 was a tough one, as anyone can imagine,” explains Gilmour.“You’re right to say that I was confident at the end and happy. Anyone would be happy and confident in the end when our moving forward and doing what we did, making the album, doing the tour, was justified.”

Pink Floyd’s “A Momentary Lapse Of Reason” on In The Studio is available to stream now here.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *