.

.

10/11/14

Pink Floyd's Surreal 'Louder Than Words' Video (Promo)



Pink Floyd lançou o clipe daquele que deve ser o último single da banda. Última faixa de "The endless river", "Louder than words" mostra os resquícios do Mar de Aral (na fronteira entre Cazaquistão e Uzbequistão), além de computação gráfica, imagens de arquivo do grupo e trechos cantados. 

Louder Than Words, uma reflexão sobre a saga dos 50 anos do grupo, além de uma homenagem ao tecladista Richard Wright, foi escrita pela esposa de David Gilmour, Polly Sampson. "Suas palavras realmente falam algo sobre a banda", diz Gilmour, "certamente em se tratando de mim e do Rick. Nós falamos melhor quando através de nossos instrumentos musicais."

O diretor Aubrey "Po" Powell (sócio do Hipgnosis), obteve a maior parte das imagens para o vídeo através dos resquícios do Mar Aral (O Mar de Aral e toda a bacia do lago ganhou notoriedade mundial como uma das maiores degradações ambientais do Século XX causadas pelo homem), na fronteira entre o Cazaquistão e o Uzbequistão. Ele teve a ideia quando viu uma imagem de navios enferrujados sobre a areia, onde o rio costumava fluir. "Uma imagem surreal, se alguma vez eu vi uma", diz Powell, "e um exemplo chocante de má gestão humana e um dos piores desastres ambientais do planeta... O rio foi reduzido a 10 por cento de seu tamanho original, destruindo a indústria da pesca e várias vilas." 

A localização remota tornou a sessão uma missão desafiadora. "É uma viagem que dura cerca de 18 horas", diz Powell. "Os navios ficam a mais de duas horas de carro por estradas rudimentares talhadas através do antigo leito do mar. O tempo estava sombrio -.. Nevando por algum tempo e depois um frio de 10 graus abaixo de zero, com rajadas de vento de 40 km/h em média. Tudo o que você não precisa! No entanto, o sol brilhou por algumas horas a cada dia, e filmamos como se nossas vidas dependessem disso... "

É extremamente provável que "Louder Than Words" será a última canção já lançada pelo Pink Floyd. "Eu não vejo como poderia ser de outra forma", diz Gilmour. "Qualquer coisa de valor se encontra em The Endless River. Tentar fazer isso outra vez (reaproveitando material antigo), seria usar material de segunda. Isso não é bom o suficiente para mim", concluiu David Gilmour em entrevista com a Rolling Stone.


Aral Sea painting in Savitsky Art Museum, Nukus / Uzbekistan





Um comentário:

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *