.

.

28/09/11

Blue Effect - Modrý Efekt a Radim Hladík (1974)




Boty


Em 1968 formou-se o Blue Effect, banda da antiga República da Tchecoslováquia, país este que veio a dividir-se, após o fim da guerra fria, em República Tcheca e Eslováquia. Nesse disco, a formação contou com Radim Hladík na guitarra, Lesek Semelka no piano, órgão e vocais, Vlado Čech na bateria e Josef Kůstka no baixo e vocais, além dos músicos participantes Martin Kratochvil no piano e Jiří Stivín na flauta. As gravações aconteceram entre 18 de março a 6 de junho de 1973 em Praga ( músicas 1-5 ) e o álbum ( LP ) saiu em 1974 com a versão de exportação com o título de "The Blue Effect: A Benefit Of Radim Hladík". Em 2000, foi lançando o cd com 2 músicas bônus ( no track listing ), e foi remasterizado por Jiří Charypar no ADK Studio em Praga.

Já numa trajetória bem definida, este álbum apresenta a banda com um Rock Progressivo fenomenal, com muita fluência no Jazz e alguns momentos de Hard Rock. Um álbum instrumental, apenas as 2 músicas bônus contêm letras.

Hladik é um elaborador magistral das influências que recebe do Akkerman, Page e Hendrix ao mesmo tempo. Há também um trabalho solo de órgão cósmico descontroladamente orientado, magia pura. O rítimo flui repleto em alternâncias auspiciosas, para após um eclético frenesi instrumental do mais alto nível desdobra-se à beirar o melancólico, cujo quadro pode nos lembrar - "Focus". "Skládanka" trás a banda de volta para o lado frenesi das coisas com a sua poderosa mistura de jazz-rock e heavy prog. Surpresa extremamente agradável, mais uma vez, o flautista convidado brilha com sua sensibilidade, embora Hladik impreterivelmente, eterno júbilo instrumental, contagia sempre irrepreensível, que em minha modesta opinião é gênio.

Hypertenze PART 1

A espetacular Čajovna ( sala de chá ), pode ser considerada a música mais famosa da banda. e no melhor estilo Pink Floyd. A melodia é linda e a guitarra de Radim parece que tem alma. (há momentos que se você fechar os olhos a guitarra literalmente encarna Pink Floyd). 


Čajovna

As alternativas geradas pela diversidade de rítimos torna o trabalho do grupo pleno em qualidade e conteúdo, muito atraente e convidativo para uma prospecção auditiva gerenciada astuciosamente de forma inteiramente progressiva; onde existem os solos de sax que se tornam essenciais ao passo em que o solo de flauta durante o interlúdio espacial é sofisticado, estabelecendo um contraste adequado face a guitarra frenética dominando passagens. Vários ornamentos de guitarra com uma nota muito psicodélica. Boa audiência!

Ztráty a Nálezy


Banda Tcheca de Rock Progressivo / Jazz

Studio Album, released in 1974


Line-up / Musicians



  • Radim Hladík / guitars
  • Vlado Čech / drums
  • Josef Kůstka / bass, vocals
  • Lesek Semelka / piano, organ, vocals

    Guest musicians:



  • Martin Kratochvil / piano
  • Jiří Stivín / flute

Songs / Tracks Listing

1. Boty (10:05)
2. Čajovna (4:05)
3. Skládanka (5:55)
4. Ztráty a nálezy (5:55)
5. Hypertenze (12:35)



Bonus tracks on 2000 CD re-issue:

6. Armageddon (6:22)
7. Clara (4:13)

Total Time: 49:10


Releases information

Recorded from March 18th to June 6th, 1973 in Prague (tracks 1-5).
LP Supraphon/Artia 1 13 1586 (1974) - export version with other cover under the title of "The Blue Effect: A Benefit Of Radim Hladík"
LP Supraphon 1 13 1777 (1975)
CD Bonton 495274-2 (2000) with 2 bonus tracks (in track listing), remastered by Jiří Charypar in studio ADK Prague


megaupload (87.51 MB)
rapidshare (91,76 MB)
4shared (44,92 MB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *