.

.

25/09/11

NEKTAR -- A Tab in the Ocean -- 1972



Por volta de 1965, o baixista Derek “Mo” Moore e o baterista Ron Howden, ambos ingleses, estavam tocando na Alemanha. Ali mesmo, um ano depois, encontraram o tecladista escocês Alan “Taff” Freeman. Formaram o trio Prophesy e continuaram excursionando pela Alemanha. No Star Club, em Hamburgo, conheceram o guitarrista inglês Roye Albrighton. O trio já ouvira falar de Roye. Quando ele surgiu, logo trataram de contratá-lo. Voltaram para Londres e mudaram o nome do grupo para Nektar (outro nome cotado era Poleen). Mas não permaneceram na Inglaterra por muito tempo. Voltaram para Hamburgo e reencontraram um amigo, Mick Brockett, que fazia a iluminação e as montagens de palco para o Prophesy. Brockett se tornou rapidamente o quinto elemento do Nektar. No verão de 1971, o Nektar gravou seu primeiro disco, Journey to the Centre of the Eye, para a etiqueta alemã Belaphon. O tema do álbum girava em torno de um astronauta que experimentara um contato do terceiro grau. Com o sucesso em terreno alemão, o grupo, obviamente, se estabeleceu em território germânico. Gravaram mais alguns discos até que, em setembro de 1974, debutaram nos Estados Unidos. A estréia em concerto coincidia com o lançamento do primeiro LP do Nektar naquele país, Remember the Future. A receptividade foi tão grande, que propiciou o lançamento de álbuns anteriores, além dos que eventualmente se seguiram.

Este é o segundo álbum da banda inglesa Nektar, se por um lado a psicodelia proeminente  que  'Journey to The Centre of The Eye" apresentava, não se encontra aqui tão evidente, em compensação mostra vigor instrumental notadamente sinfônico e espacial a nível da melhores bandas do progressivo, há momentos cujas melodias chamam atenção pela semelhança com Pink Floyd do mesmo período, mas seus estilos não se confundem.  A música título "A Tab in The Ocean"  de aproximadamente 17 minutos, com certeza é o píco do álbum e a mais progressiva delas. Segue então a segunda faixa "Desolation Valley", também sinfônica mostra de uma vez como a banda trabalha nas partes instrumentais que são bem dividas não dando muita ênfase a único instrumento mas sim ao todo, uma ótima música com excelentes variações. As duas últimas músicas "Cryin' in The Dark" e "King of Twilight" são mais pesadas, com uma pegada mais hard-rock, lembrando que a banda Iron Maiden fez cover destas duas sendo uma inegável inflûencia no som deles. "A Tab In The Ocean" está entre os dois melhores álbums do Nektar, (sendo o outro o fantástico "Remember The Future"), uma ótima introdução a esta talentosa banda. Boa audiência!


A Tab in the Ocean



Track listing
All songs written by Nektar.


Side one
  1. A Tab In The Ocean – 15:30
Side two
  1. Desolation Valley - 5:45
  2. Waves – 2:53
  3. Crying In The Dark – 5:27
  4. King Of Twilight – 4:07
Personnel
  • Roye Albrighton – guitars, vocals 
  • Mick Brockett – liquid lights 
  • Allan Freeman – keyboards, backing vocals, Mellotron 
  • Ron Howden – drums, percussion, backing vocals 
  • Derek "Mo" Moore – bass, vocals
Production
Produced By Peter Hauke
Engineered By Dieter Dierks

Cover version

"King of Twilight" was covered by Iron Maiden as a B side on their 1984 single Aces High. Although only named "King of Twilight", the cover is actually a medley of "Crying In The Dark" and "King of Twilight".

nektar a tab in the ocean

rapidshare (68.06 MB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *