.

.

03/11/11

Pazop - Psychillis Of A Genius Lunatic (1972)




M.M.M. & Mirela

Os belgas sabem muito sobre música, teoricamente poderiam servir como um diapasão cultural para o resto da Europa. "Pazop" é uma das lendas do rock progressivo regional.  

Esse grupo foi formado através dos esforços e talento de vários artistas de prestígio, que com uma grande dose de humor, diverte-se neste universo sonoro de Canterbury de meados da década de 60 e início dos anos 70, trazendo consigo uma influência Zappa que lhe fez muito bem. 

"Pazop", é oriundo de Bruxelas, (Brussels Hoofsjtaejelik Gewes), Belgica, uma banda bastante distinta em sonoridade, o fato de não utilizarem guitarra em seu line-up, lhes proporcionou  maior profundidade nos demais instrumentos, principalmente a flauta, o violino (interpretado pelo polonês naturalizado, Jan Jakub Shepanski apelidado de "Cuba", de formação acadêmica clássica oriundo da banda Wallace Collection), e os teclados de Wuyts um dos fundadores da banda e mentor intelectual. O vocalista, parceiro de Frank Wuyts em toda criação, Dirk Bogaert é considerado um dos melhores cantores de rock da Bélgica de todos os tempos, e Jacky Mauer (da banda Waterloo), um percussionista extremamente criativo e inovador, utiliza uma grande variedade de instrumentos de percussão. O baixista Patrick Konya, veio da banda Arkham, (uma banda formada em 1970 por Daniel Denis e Jean-Luc Manderlier, que em 74 fudariam a Univers Zéro).
What Is the Further Purpose

O material  de "Psychillis de um Genius Lunatic" é  formado pelo conteúdo de dezesseis peças que estão divididas em duas partes. As faixas da 1 ª à 8 sessões, foram gravadas em Julho em 1972, no estúdio francês "Studio Herouville". A outra metade foi registrada de uma sessão incompleta de gravações decorrentes de 1973, em um estúdio belga., quando então utilizaram um mellotron.


Definitivamente soa como um clássico progressivo de cena Canterbury, muita psicodelia, melodioso prog pseudo-clássico com naturalidade admirável, cheio de acordes de jazz, coroado com energético progressivo, em cujo o trabalho de Frank Wuyts nos teclados é realmente soberbo. Os componentes de Pazop se reuniram por muitos fatores, o mais importante deles deve ser considerado a imaginação efervescente, multiplicado por uma criatividade sólida. 

Boa audição!

Swaying Fire

Line-up / Musicians


  •  Dirk Bogaert / lead vocals, flute
  •  Frank Wuyts / keyboards, vocals
  •  Kuba Szczepansky / violin
  •  Patrick Cogneaux / bass
  •  Jacky Mauer / percussions

Tracks :


  1.  Le la Loo Loo le La (2:29)
  2.  Harlequin of Love (2:50)
  3.  Crying for Disaster's Hand (4:08)
  4.  What Is the Further Purpose (3:10)
  5.  Swaying Fire (3:32)
  6.  Mirela (2:10)
  7.  Freedom Dance (3:28)
  8.  Lovelight (4:06)
  9.  Bami, Lychee, Si (5:26)
  10.  Harlequin of Love [Second Version] (3:08)
  11. Can It Be Sin (6:54)
  12. And the Hermit Will Be the Master (5:18)
  13. M.M.M. (5:50)
  14. In the Army (Devil Likes Smoke) (1:37)
  15. Airport Formalities and Taking Off... (6:18)
  16.  It's the End (0:44)


Harlequin of Love
 rapidshare (115.12 MB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *