.

.

20/04/13

Pink Floyd - Definitive Boredom And Pain - (1977) Sigma 65 - 2011



Pigs (Three Different Ones)

Esta é uma soberba gravação que registra "Pink Floyd" se apresentando no dia 27 de junho de 1977, no Boston Garden, durante sua etapa americana da turnê "In The Flesh". Poderia ser comparado a um lançamento oficial, não fosse o aparato tecnológico que envolve as super-produções da banda. Definitivamente uma das melhores capturas em qualidade sonora de toda a turnê. 


Boston Garden foi um estádio de hóquei no gelo e também de basquete que abriu em 17 de novembro de 1928 em Boston, Massachusetts, nos Estados Unidos. Projetado pelo promotor de boxe Tex Rickard, que também construiu a terceira encarnação do Madison Square Garden, Nova Iorque, a arena foi originalmente chamada de "Boston Madison Square Garden", mas acabou por ter seu nome reduzido para apenas Boston Garden, embora este acabasse por durar trinta anos a mais que o seu xará original. (Wikipédia)

Surpreendentemente circunstâncias envolvendo a polícia, foram mais frequentes quando o Boston Garden abriu suas portas para o rock, do que até mesmo na época do eventos de pugilismo, ou do hóquei sobre o gelo, onde teoricamente os fãs e os personagens haveriam de estar mais inflamados, influenciados pelo próprio clima da atividade. Em 1972, Rolling Stones tinham seu show no local, e dois de seus membros foram presos em Rhode Island, e o Prefeito interviu temendo a hostilidade dos fãs, viabilizando o evento. Em 73, foi a vez do The Who, todos foram presos por destruir um quarto de um hotel em Montreal na noite anterior, e outra vez a intervenção para o show acontecer. Em 75 o Led Zeppelin, devido ao frio abaixo de zero, o show foi suspenso e desta feita os fãs literalmente quebraram tudo. A banda foi banida por 5 anos de Boston Garden. Em 76, foi a vez do Kiss, mas o grupo simplesmente nem compareceu, se recusou a tocar quando disseram que não poderiam usar o lança-chamas habitual, (imagine Gene Simmons, não poder cuspir fogo...), e a coisa ficou entre a polícia e os fãs.

E foi "Pink Floyd", a primeira banda a se apresentar no Boston Garden, (após reforma do palco orçada em 1 milhão de dólares), durante a "Animals Tour" em 1977, (a primeira vez foi em 1975, na turnê "Wish You Were Here"). De acordo com "Nick Mason" em seu livro Inside Out, "Pink Floyd" também quase foi banido do Boston Garden depois destas apresentações de 77, devido ao uso de pirotecnia durante a sua performance (o porco explodindo em "Pigs - Three Different Ones)", fogos de artifício durante "Sheep", e "Money", entre outros rituais. No entanto, a equipe de turnê da banda ludibriou os bombeiros removendo os resíduos pirotécnicos rapidamente, evitando que a banda fosse proibida de se apresentar por lá novamente, ainda de acordo com o livro de "Mason", segundo seu gerente Steve O'Rourke, a banda escapou de ser presa. "Pink Floyd" não iria tocar no local novamente, optando pelo Providence Civic Center e o Foxboro Stadium, durante as turnês de 1987/88, e 1994, respectivamente, podendo então assar seu porquinho sossegados.

A primeira etapa deste espetáculo é composta de todo o LP "Animals", para então na etapa seguinte executar na integra o seu recente sucesso "Wish You Were Here", encerrando com os habituais "Money" e "Us and Them". Como aconteceu ao longo desta brilhante turnê, a platéia vibra incessantemente. A banda oferece um desempenho muito agradável, e vários momentos se destacam. Me chamou a atenção por exemplo, o desempenho de "Snowy White" acrescentando solos no final de "Pigs On The Wing. part 2" e à extensão de "Have A Cigar", e ainda assumindo as partes de baixo em "Sheep" e "Pigs (Three Different Ones)", enquanto "Waters" toca guitarra. Como de hábito um show de "Richard Wright", toda a exuberância da guitarra de "Gilmour", e "Nick Mason" esbanjando categoria. Além de tudo, em minha opinião, um dos períodos mais brilhantes de toda a carreira de "Roger Waters". Penso que "Animals" o eleva a um patamar diferenciado, um estado de graça que só os gênios conseguem obter.

Entendendo, este show como um momento memorável na turnê. "Waters" encerra afirmando: "Perfect End To A Perfect Day! Good Night. God Bless". Sem dúvida este registro é imprescindível em qualquer acervo ou coleção. 

Vou comentar um pouco sobre autor desta gravação maravilhosa, um amante da música como nós, uma lenda para todos os fãs de gravações ao vivo extra-oficiais. "Dan Lampinski" um cara com uma imensurável paixão pela música, a qual incorporou-se em um objetivo: gravar todos os shows em que pudesse estar presente o mais fielmente possível. Suas realizações cumprem um capítulo à parte, tornaram-se uma referência para alguns dos melhores registros. "Lampinski" teve a oportunidade de ver ao vivo a maioria dos artistas que fazem parte da história e, graças à sua paixão, amantes de bootlegs podem se divertir com boas gravações, algo muito próximo de um registro oficial, algumas vezes até melhor. Além do "Pink Floyd", bandas como Yes, Genesis, Queen, Blue Oyster Cult, Frank Zappa, Lynyrd Skynyrd, Jethro Tull, ELP, Kiss, Black Sabbath, The Who, Allman Brothers, Jeff Beck, Bruce Springsteen, Supertramp, Neil Young, The Faces, do Rush, Kansas e muitos outros, fazem parte de seu extraordinário acervo musical.

Ativo entre Providence e Boston, (distam cerca de 60 km), principalmente entre 1974 e 1978, Dan começou com as gravações num crescente progresso em qualidade, tornando-se responsável pela captura de alguns momentos memoráveis ​​da história do rock. Vale lembrar, numa época quando na melhor das hipóteses a ferramenta era um gravador cassete como os que ele possuía (um Nakamichi 550 (Maxell) e dois Nakamichi CM-300 com microfones externos), mas acima de tudo, seu maior mérito foi estar sempre focado em prover qualidade, e ele sempre conseguia se posicionar no melhor lugar do local. Gravando para si mesmo e às vezes para os amigos, o material coletado nunca viu a luz do dia através de um bootleg, sendo mantido por anos, todos com o máximo cuidado (ele nunca quis vender uma fita sequer), e apenas recentemente a maioria de suas gravações começaram a circular entre as gravadoras. Claro que o material deve ser espalhado pela a alegria da partilha, sem objetivar absolutamente lucro algum, e sempre não se esquecendo de prestar uma homenagem à generosidade deste grande amante do rock. E esta foi a forma que encontrei de agradecer "Dan Lampinski" com uma singela, mas sincera homenagem trazendo a tona alguns fatos desta incrível jornada.

A gravadora japonesa Sigma incumbiu-se de acrescentar as últimas lapidadas à este diamante, conseguindo torná-lo ainda um pouco mais brilhante. Boa audição!


Shine On You Crazy Diamond Pts. 1-5




Pink Floyd

Definitive Boredom And Pain - (Sigma 65)
Live At Boston Garden, Boston,
Massachusetts, USA - June 27th 1977

Japan Edition - 2011


Disc 1:

1. Sheep
2. Pigs On The Wing Pt. 1
3. Dogs
4. Pigs On The Wing Pt. 2
5. Pigs (Three Different Ones)

Disc 2: 
1. Shine On You Crazy Diamond Pts. 1-5
2. Welcome To The Machine
3. Have A Cigar
4. Wish You Were Here
5. Shine On You Crazy Diamond Pts. 6-9
6. Money, Us And Them




Have A Cigar


FLAC
mediafire.CD1.part1 - (192,40 MB)
mediafire.CD1.part2 - (134,00 MB)
mediafire.CD2.part1 - (198,00 MB)
mediafire.CD2.part2 - (195,93 MB)
mediafire.CD2.part3 - (91,00 MB)
Mp3 - 320 Kbps - 48 kHz
mediafire.CD1 - (111,00 MB)
mediafire.CD2 - (154,00 MB)
ou
4shared.CD1 - (113,70 MB)
4shared.CD2 - (158,07 MB)

Um comentário:

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *