.

.

14/09/2010

O Pink Alemão

A música neste vídeo se chama "Close your eyes"
combinado um desenho fora de série, legenda em português

ANIBOOM
Hallucii - Cool Animation

A história da banda Pink Cream 69 começa aproximadamente em 1984, quando o então jovem alemão Andi Deris, de apenas 19 anos queria montar uma nova banda. Andi (vocalista) e
o amigo Ralph Maison (que tocava bateria), montaram uma banda, chamada “Kymera”.
Depois de um certo tempo, Ralph resolveu abandonar a banda para ir estudar na Universidade. Andi arrumou um novo baterista, Kosta Zafiriou e três anos depois, Andi e Kosta formaram o Pink Cream 69.

A primeira formação do Pink Cream 69 contava ainda com Alfred Koffler e Dennis Ward. A banda tinha um som peculiar, um Hard Rock envolvente, que começou a chamar atenção na Alemanha. Nessa época a banda começou tocando em lugares pequenos e logo foi adquirindo alguns fãs fiéis.
O ano de 1988 mostrou que a banda tinha tudo pra ser uma das grandes revelações do cenário Europeu, ganhando o prêmio "Metal Hammer Newcomer" em Rockfabrik Ludwigsburg (Alemanha).


video
Pink Cream 69 recebeu diversas propostas de gravadoras e acabou assinando com a CBS (atualmente a Sony Music).
Com o contrato nas mãos, em 1989 a banda gravou o primeiro álbum, chamado simplesmente de “Pink Cream 69”. O primeiro álbum foi muito bem recebido e rendeu muitos elogios de revistas especializadas, também nesse ano aconteceu a primeira tour da banda pela Europa abrindo shows para a banda “White Lion”.
Um ano depois a banda foi convidada para tocar pela primeira vez nos EUA, no “New Music Seminar” em Nova York. Em 1991 foi lançado o segundo disco da banda; “One Size Fits All”. Mais uma vez sucesso absoluto, com músicas muito bem elaboradas, com um som totalmente diferente e “up”. O disco além de ter sido lançado na Europa foi lançado no Japão também, conquistando um público muito importante, afinal
de contas, todos sabem que os japoneses são grandes consumidores do Rock n’ Roll em geral.
Na turnê de divulgação do álbum “One Size Fits All”, a banda tocou como atração principal, tendo como suporte a banda “Little Angels”. A turnê continuou até o ano de 1992, ano em que a banda tocou pela primeira vez no Japão. O público japonês demonstrou logo de cara sua fidelidade e a passagem da banda pelas terras japonesas gerou o vídeo “Size It Up! Live In Japan” que foi lançado no final do mesmo ano.

Em 1993 a banda lançou o terceiro disco; “Games People Play”, que também foi muito bem aceito e teve uma grande turnê de divulgação. Em 1994, a banda sofreu a primeira alteração na formação original, a banda alemã, HELLOWEEN teve problemas com o vocalista Michael Kiske (considerado por muitos o maior vocal do Metal mundial) e acabou demitindo-o. Com a moral em alta, Andi Deris, vocalista do Pink Cream 69 foi convidado para substituí-lo.
Sem vocalista, os músicos do Pink Cream 69 chamaram o inglês Daivid Readman para substituir Andi. No mesmo ano foi produzido e lançado o quarto disco da banda: “Change”. Segundo a própria banda, nesse álbum foi tomada uma nova direção musical, mais moderna... o nome do álbum serviu tanto para a formação da banda quanto para a direção musical. Daivid sofreu várias comparações com Andi, mas se saiu muito bem.
Em 1997 a banda lançou o álbum “Food For Trought” e com 10 anos de história nas costas, a banda achou que era o momento de lançar um disco comemorativo, nos shows da turnê alemã foi gravado o disco “Live”. Disco que mostra a potência da banda ao vivo e foi uma forma de mostrar a capacidade e carisma do novo vocalista ao vivo.
No cenário brasileiro, a banda sempre foi desconhecida, nunca teve um nome de sucesso, era comum até o ano de 1998 chegar em uma loja de CDs brasileira, pedir um cd da banda e ouvir um “Pink o quê?” do vendedor. Porém, em 1998 a banda começou a conquistar o público latino. O álbum “Electrified” foi lançado no Brasil, teve uma divulgação digna, tendo reviews em diversos meios de comunicação e finalmente conseguiu um reconhecimento no Brasil.
No final de 1998 o Pink Cream 69 entrou em turnê com a banda solo de BRUCE DICKINSON, tocando pela Europa. O álbum “Electrified” deu um grande ânimo para a banda que entrou numa outra turnê, ao lado de D.C. Cooper. Pela primeira vez a banda tocou na América do Sul, a passagem pelo Brasil foi muito agradável, o público brasileiro mostrou ser aquele público “quente”, que sempre agrada as bandas.
No início de 2000 foi lançado o sensacional disco “Sonic Dynamite”, que mais uma vez conseguiu ótima recepção dos fãs em todo o mundo. No Brasil, o álbum foi lançado de uma forma especial, com música bônus, encarte com letras traduzidas... um serviço especial para os fãs brasileiros.
A turnê de divulgação do “Sonic Dynamite” começou em Abril. Logo após o disco seguinte, "Endangered" (2001), a banda não pôde sair em tour devido a problemas na mão do guitarrista Alfred Koffler. No festival Bang Your Head, de 2003, o grupo apresenta-se pela primeira vez como um quinteto, reforçado pelo novo guitarrista Uwe Reitenauer. Em 2004, o Pink Cream 69 lança "Thunderdome", consolidando sua perfeita alquimia de riffs pesados e melodias grudentas, com ótimas faixas como "Thunderdome", "Here I Am", "As Deep As I Am" e "Gods Come Together". (Colaborou: Rodolfo Gibertoni Zavati) Com uma história cheia de sucessos, o Pink Cream 69 por muito tempo só era conhecido como a “ex-banda do vocalista do Helloween”, porém, com o passar do tempo, com competência e originalidade, a banda conseguiu atingir um status de grande expoente do Hard Rock mundial. Talvez seja uma das bandas mais elogiadas nos últimos anos, que tem muito para oferecer ainda.
Imagem

Por Fernando De Santis
Edição de vídeo e legendas - ThinFloyd61

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *