.

.

04/01/11

Se você gosta de Pink Floyd, não hesite em verificar "Crippled Black Phoenix". Um dos poucos grandes álbuns de fone de ouvido!

Este grupo me chamou bastante a atenção, decidi realizar uma pesquisa, que cito abaixo, para disponibilizar conteúdo suficiente à uma impressão, bem como a apreciação desta banda que ao meu ver, se mostra como uma grande esperança aos que como eu lamentam a falta de novos talentos neste segmento que diz respeito ao Rock Progressivo. Músicas que primam pela virtuose, sem se preocupar com sua extensão, trabalhos que deixam de forma transparente o coração de quem as toca. O texto que se segue, por respeito e entendendo ser interessante, preservei-o integralmente. Na seqüência, o material, referente as obras do grupo, que adicionei:

Crippled Black Phoenix, os novos Pink Floyd

O último registo dos Crippled Black Phoenix, lançado no último ano foi uma das muitas pérolas que ficou de parte de muitas listas de melhores do ano, Rock Progressivo com claras influências dos mestres Pink Floyd.
Estar a comparar Crippled Black Phoenix com Pink Floyd é uma comparação absurda logicamente, mas ao olharmos para o trabalho que estes Britanicos têm feito desde 2004 é impossível não se notar as muitas semelhanças de sonoridade entre bandas, então neste último registo, “I, Vigilante” as parecenças são mais que muitas.
Assim que a musica “Troublemaker” começa e logo que entra a voz os mais entendedores vão logo pensar ‘isto são músicas que os Pink FLoyd guardaram durante anos e decidiram lançar agora mas com outro nome’, mas não, os Crippled Black Phoenix são das poucas bandas actuais que conseguem trazer de volta o que melhor se fazia de Rock Progressivo nos anos 70. “Fantastic Justice” é de um certo modo uma interdule ao separar as duas musicas mais épicas deste trabalho.“We Forgotten Who We Are” e a “Bastogne Blues” são as músicas-chave deste trabalho, alem de serem as duas com maior duração ao ultrapassarem os 10 minutos são as que melhor demonstram do que esta banda é capaz ao misturar Rock Progressivo com Post-Rock inovador, épico é mesmo a palavra que melhor descreve cada musica.
Como encerramento uma (enormíssima) cover de uma musica dos Journey da fase inicial da carreira em que faziam Rock Progressivo, só ao quarto 4º cd com a saída de Robert Fleischman e com a entrada de Steve Perry é que a banda chegou aos top’s te todo o mundo ao ir numa onda de Hard Rock e ao criar clássicos como "Any Way You Want It" e a "Don't Stop Believin'". "Of A Lifetime" foi a música escolhida para o pequeno tributo, retirada do primeiro cdda banda Californiana a música sofre pequenas mudanças, o som de guitarra torna-se mais limpo e a voz é cantada por uma senhora cujo nome é Charlotte Nicholls e que neste ultimo trabalho também toca violoncelo.
Para os interessados deixo aqui o link para o download:
Marco Pires - http://confrontodealmas.blogspot.com/


Crippled Black Phoenix

Formado inicialmente em 2004 quando o baterista Justin
Greaves(Electric Wizard, Teeth Of Lions Rule The Divine,
Iron Monkey e curto período no Borknagar) gravou de
forma precária o que tinha em mente,,,

Crippled Black Phoenix


Crippled Black Phoenix é um post-rock supergrupo do
Reino Unido . Vários músicos têm contribuído com os
álbuns Crippled Black Phoenix e tocando com eles
durante seus shows ao vivo...

A Love of Shared Disasters

A Love of Shared Disasters (2006)

  1. "The Lament of the Nithered Mercenary" – 2:36
  2. "Really, How'd It Get This Way?" – 4:49 (youtube)
  3. "The Whistler" – 9:45
  4. "Suppose I Told The Truth" – 5:03
  5. "When You're Gone" – 5:35
  6. "Long Cold Summer" – 10:34
  7. "Goodnight, Europe" – 6:08
  8. "You Take the Devil Out of Me" – 4:23
  9. "The Northern Cobbler" – 7:32
  10. "My Enemies I Fear Not But, Protect Me from My Friends" – 6:34
  11. "I'm Almost Home" – 5:32
  12. "Sharks & Storms" / "Blizzard of Horned Cats" – 8:19

200 Tons Of Bad Luck

200 Tons of Bad Luck (2009)

  1. "Burnt Reynolds"
  2. "Rise Up and Fight"
  3. "Time of Ye Life/Born for Nothing/Paranoid Arm of Narcoleptic Empire" (youtube)
  4. "Wendigo"
  5. "Littlestep"
  6. "Crossing the Bar" (youtube)
  7. "Whissendine"
  8. "A Real Bronx Cheer"
  9. "444"
  10. "A Hymn for a Lost Soul"
  11. "A Lack of Common Sense"
  12. "I Am Free Today I Perished" (youtube)


The Ressurectionists & Night Raider

The Resurrectionists/Night Raider (2009)

  1. "Burnt Reynolds"
  2. "Rise Up and Fight"
  3. "Whissendine"
  4. "Crossing the Bar"
  5. "200 Tons of Bad Luck"
  6. "Please Do Not Stay Here"
  7. "Song For The Loved" (youtube)
  8. "A Hymn for a Lost Soul"
  9. "444"
  10. "Littlestep"
  11. "Human Nature Dictates The Downfall of Humans"
  1. "Time of Ye Life/Born for Nothing/Paranoid Arm of Narcoleptic Empire"
  2. "Wendigo"
  3. "Bat Stack"
  4. "Along Where The Wind Blows"
  5. "Onward Ever Downwards"
  6. "A Lack of Common Sense"
  7. "Trust No One"
  8. "I Am Free Today I Perished"

I Vigilante

I, Vigilante (2010)

  1. "Troublemaker" (youtube)
  2. "We Forgotten Who We Are" (youtube)
  3. "Fantastic Justice" (youtube)
  4. "Bastogne Blues" (youtube)
  5. "Of A Lifetime"
  6. "Burning Bridges"


Referências

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *