.

.

07/11/11

Camel - Camel - 1973 (2009)




Japan Edition


Arubaluda

Considerada uma das melhores bandas emergentes da cena progressiva da década de 1970, Camel já trazia em sua bagagem experiencia com elementos de jazz, música clássica e barroca, blues e até música eletrônica, o que lhe propiciou  a produção de álbuns de notável criatividade  e precisão técnica. 

A critica da época o associaria ao movimento musical ou sub-gênero "Canterbury Scene", com Caravan e outros grupos, o tempo mostrou que seu destino era ser referência.

A origem embrionária do Camel foi concebida por volta de 1964 quando os irmãos Andrew e Ian Latimer se reuniram com seus respectivos amigos Alan Butcher e Richard Over para formar o "The Phantom Four" que rapidamente conquistaria notoriedade em sua cidade natal, "Guildford". Foi colocado um anúncio por um baixista. Em 13 de novembro de 1968, Ferguson chegou para uma audição e imediatamente impressionou.


Pouco depois de ingressar , Ferguson diz a Latimer sobre um baterista emocionante que ele conhecia. A necessidade de novos recursos de percussão estava mais do que provado e em 15 de janeiro de 1969, Andy Ward entrou para o para o grupo, isso com apenas 14 anos de idade ... Andrew constitui o "The Brew" (um trio de blues), juntamente com Doug Ferguson no baixo e Andy Ward na bateria.



O coração de Camel tinha começado a tomar forma.




Ferguson rapidamente provou ser um grande trunfo com o seu talento para conseguir a atenção à banda e consequentemente, shows. Ele também era muito bom em persuadir promotores. Como resultado, o Brew desfrutaram de um fluxo constante de desempenhos e gravaram seu primeiro demo, "Crossroads".

Após uma experiência com o músico pianista Phil Tait, os três músicos concordavam que no grupo um tecladista iriar ampliar as perspectivas sonoras do Brew e um novo anúncio no Melody Maker acontecia. Em 20 de setembro de 1971, Peter Bardens responderia ao anúncio com um extenso currículo: ( "Shotgun Express" [Rod Stewart & Beryl Marsden], "Them" [Van Morrison], "Peter B do Looners" [Peter Green & Mick Fleetwood] para citar apenas alguns...), bem como dois álbuns solo. Os quatro se deram bem imediatamente. Assim, em 08 de outubro de 1971, o grupo realizou seu primeiro show em Belfast sob o nome de "Peter Bardens On".

Pouco depois, todos iriam concordar com um novo nome ...  

Em agosto de 1972, assinam contrato com a MCA Records, entrando em estúdio para gravar sua primeira produção oficial. No meio da gravação o produtor Dave Williams pediu para contratar um cantor. Depois da audição de quase 30 candidatos  para o trabalho, simplesmente decidiu-se que os vocais ficariam ao encargo do próprio grupo. As músicas ganham vocais bastante singulares, pois as vozes eram de Latimer e Bardens. 

camel - Andrew LatimerSeu álbum de estréia lançado em 1973, autointitulado "Camel", obteve um discreto sucesso, no entanto, um álbum profundamente representativo, tanto em sua história como porque reunia algumas de suas canções mais reverenciadas, "Never Let Go", "Slow Yourself Down", e a instrumental "Arubaluba", que juntamente com "Mystic Queen" prenunciavam o som da banda rumo a composição de épicos do progressivo mundial, referências indispensáveis em qualquer apologia do gênero, os clássicos "The Snow Goose" e "Moonmadness". Devido ao sucesso limitado a "MCA" pula do barco, como por vezes se comentou por aqui da filosofia que impera sob as gravadoras e seus critérios para obtenção de lucros...    Decorrido algum tempo,  firmam com o selo "Decca",  com o qual iriam permanecer pelos os próximos 10 anos.

Neste primeiro álbum de estúdio o órgão rítmico cheio de efeitos e algumas peças de mellotron, piano e VCS3, bem como baixo que é muito presente e bastante complexo, são um excelente destaque e a bateria do "menino prodígio" é sofisticada e repleta de recursos. Os vocais são muito bons, e viriam a se constituir como uma das principais referências do Camel; a guitarra é coisa de gênio e dispensa comentários. Boa audição!

Never Let Go
Artist : Camel
Country : UK
Аlbum : Camel
Year : 1973 (2009)
Style : progressive rock

  • Peter Bardens : Keyboards
  • Doug Ferguson : Bass
  • Andy Ward : Drums, Percussion
  • Andrew Latimer : Guitar, Vocals

Tracklist :

  1. Slow Yourself Down
  2. Mystic Queen
  3. Six Ate
  4. Separation
  5. Never Let Go
  6. Curiosity
  7. Arubaluda
  8. Never Let Go (single version)
  9. Homage To The God Of Light (live)

Mystic Queen

Japan
Format : FLAC (image + .cue)
Quality : lossless
320 kbps

depositfiles (483.92 MB)
unibytes (483.92 MB)
uploading (483.92 MB)
ou
1992, Camel Productions 
CP-002CD 320 kbps
megaupload (84.39 MB)
filesonicr (98.05 MB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *