.

.

19/03/12

Fermáta - Huascaran (1977) 1996 Edition




Huascaran 

"Huascaran", o melhor álbum da banda, um dos melhores álbuns do progressivo sinfônico / jazz-rock, já produzido. Fermáta foi fundada em 1973, por "Fero Griglák", talentoso guitarrista checo que iniciou-se profissionalmente ("Prudy" e "Collegium Musicum") com apenas 16 anos. Por ocasião deste álbum "Griglák", reuniu músicos lendários da Checoslováquia. 

Seu 3º trabalho, é um álbum conceitual totalmente instrumental, e é inspirado em uma trágico acidente ocorrido no Peru em 1970 - Uma expedição de alpinistas checos morreu por causa do terremoto inesperado no lado norte da montanha Huascarán, a maior montanha dos Andes que entrou em colapso e literalmente caiu sobre o povoado de Yungay a 15 km da geleira e do maciço rochoso, matando cerca de 80.000 pessoas. Seu epicentro se deu justamente em Huascaran'daki. Todos os membros da equipe de montanhismo, estavam localizados na aldeia çavirdi, e sequer podem ser localizados os corpos, a aldeia se transformou em túmulo para milhares de vidas.

O álbum evoca idéias do poder da destruição, e da solidariedade com várias cores e humores. Todo o álbum é uma joia da música checa. E mais um dos vários episódios em que um registro sublime do progressivo eslovaco permanece desconhecido por muitos anos, apenas por causa do regime comunista que o governou. 

"Huascaran" desenvolve-se na entrega de humores crescentes na veia do space-rock, e nuances clássicas em uma obra sinfônica. Ornamentos cósmicos, sintetizadores devidamente acompanhados nas linhas flutuantes de piano elétrico. Seções rítmicas que propiciam a banda transmitir calor através da essência do jazz-rock, sua principal fonte, (tradição rica e profunda de países da Europa Central), para retornar em direção a um piano elegante, solene, bem como o violoncelo em passagens suaves que parecem retratar a dor dos sobreviventes. O sentimento de tristeza soa um pouco como Pink Floyd dos anos 70.

O elemento sinfônico é mantido por todo o caminho até a seção final que traz uma reprise do motivo inicial de jazz com toques latinos. A melodia em "Solidarity", evoca imagens de união e amor para o seu próximo, e é tão colorido que nunca se faz monótono, talvez alusão à reconciliação entre o homem e a natureza, ao lado dos solos de guitarra sempre espectaculares por "Grilák", e também dos virtuosos teclados de "Berka" em todo o álbum. O canto das aves, agitando suas asas contam da reconciliação cósmica que foi alcançada no passado. 

Uma obra-prima, que poderia facilmente nivelar-se com o melhor jazz-rock fusion do Reino Unido ou EUA, e é uma pena que "Fermáta" fora mais uma vítima da guerra fria, porque ele merecia muito mais. Esta reedição vem com três faixas bônus excelentes. Com certeza... Boa audição!


Solidarity


Fermáta
Huascaran (1977) 
1996 Opus Edition


Songs / Tracks Listing

1. Huascaran I (13:41)
2. 80 000 (7:30)
3. Solidarity (6:34)
4. Huascaran II (11:13)

Total Time: 38:58

Bonus tracks:
 
5. 15 (4:03)
6. Valparaiso (6:09)
7. Perpetuum (2:17)



Line-up / Musician 
 
  • Tomás Berka / piano, synthesizer
  • Frantisek Griglák / guitar, piano, synthesizer
  • Ladislav Lučenič / bass
  • Karol Oláh / drums, percussion
  • Peter Oláh / vocals
  • Dezider Pito / violoncello 




Valparaiso 


narod.ru (154.81 МB / 320 Kbps)
ifolder.ru (126 MB / 320 Kbps)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

David Gilmour


Por gentileza informe links quebrados - Please report broken links

Nome

E-mail *

Mensagem *